17 de julho de 2007

Pensamentos



Por vezes preciso de estar sozinha,
no meu espaço,
com os meus pensamentos.



Sem palpites,
falas ou cantigas irritantes.


Apenas eu.

Na paz.
No silêncio.


Leve.

Livre..




HR

(foto da net)


7 comentários:

Anónimo disse...

Ja viste Euterpe parece que todos leram esta tua postagem e desapareceram
Onde andam todos os amigos deste blogue
Onde está Madrigal, aliás Evora à Sombra, aliás Canseiroso. E onde está Ad Astra, que é assim que se escreve conforme um ilustre anónimo fez questão de nos ensinar.
Sendo estrela, parece-me que foi cadente, passou por aqui e desapareceu. Onde anda Morgana e A lua partida ao meio.
Euterpe será que afugentaste todos, menos eu?. Ah e uma utopia que tambem por ai apareceu disse 3 conversas repetidas e tambem fugiu.
Estou triste. Logo agora que este blogue estava animado.
Vox Profundis

Fifa disse...

Adorei a reflexao... eu também me sinto assim muitas vezes e é estranho, como tao poucas pessoas conseguem compreender isso! A foto foi muito bem escolhida...beijo

Euterpe disse...

Cara vox profundis,

o que escrevi é algo k nada tem a ver com o pessoal do blog, como podes imaginar.

Alias não escrevo para quem lê, escrevo sim porque nakele momento me apetece ou assim..

Assim sendo
o k escreveste não faz muito sentido.

Mas é com muito gosto k aceito o k escrevem.

Passar bem.

Anónimo disse...

Vox Profundis
Estou de acordo contigo. Assim, de repente, a animação foi-se. Algo aconteceu, ou talvez algo não tenha acontecido.
Por vezes, alguma moderação é precisa para manter o espírito da coisa ou acabar com ela.
Tu, pelo menos, mantens-te de pé como as árvores.

Vox Profundis disse...

Ai euterpe euterpe. tu não me compreendes...

Anónimo muito simpatico para mim: Foi mesmo isso que quiz dizer no post(animaçÃo foi-se)
os que andavam por aqui perceberam que este blogue não é para grandes discussões. Lemos o que Euterpe posta, e ela escreve porque lhe apetece, ou assim, E pronto!
Foram-se todos e ontem andei a dar uma volta pela blogosfera e percebi que se mudarama para o Canseiroso/Madrigal,e para outros.
Tambem notei que a discussão iniciada neste blogue deu origem á criação de novas personagens, que a pouco e pouco foram aparecendo com a intenção de baterem principalmente em Ad astra, que digo-te desde já que com o Madrigal formam a dupla mais divertida de forma inteligente que tem por aqui.
No entanto ja começa a minha àrvore a perder folhas e penso, que pouco mais terei para dizer depois de me receberem com um "Passar bem"
Vox Profundis

In@rq disse...

Vox Profundis

Leio sempre o que comentas por estes blogs de alma aberta. Gosto do que escreves, da forma como abordas as questões. Embora haja quem compare a tua forma de escrita com a minha como sendo muito parecidas, parece-me que não tem muito a ver. Facto é que mais clara não podes ser, ao passo que eu, em regra, dou muitas voltas e tento colocar as coisas de uma forma o mais acertiva possível.
As árvores morrem, perdem as folhas, mas sempre de pé.

Anónimo disse...

Os espaços...porque somos indivíduos e deles necessitamos. Retiros particulares onde nos fechamos do mundo e às vezes até de nós próprios, onde tudo e só nosso e nada temos de dizer a ninguém, onde nos perdemos e encontramos... o espaço que serve para tanta coisa e às vezes para nada...

IHR