5 de julho de 2007

VIAGEM -> Axiologia - Beethoven - Schubert - Liszt


Axiología
(do grego άξιος valor, dignidade + λόγος estudo, tratado).
Teoria do valor. Ramo da Filosofia que tem por objeto o estudo da natureza dos valores e juízos valorativos, especialmente, os morais. Considera-se a Ética e a Estética como partes constituintes. Axiologia refere-se assim, a uma reflexão sobre os valores.





Hoje pelas 21.30 tive uma aula de Axiologia da Educação Artística diferente. Uma aula em que o próprio professor, Prof. Dr. José Manuel Martins (filósofo) executou para os seus alunos de artes e para quem quisesse ouvir, as seguintes obras:



Beethoven
- Sonata op.81a, "Les Adieux"
- Sonata op.110

Schubert
- Fantasia "Der Wanderer" em Dó M, op.15

Liszt
- Après une lecture du Dante (fantasia quasi sonata)



no programa dizia o seguinte:

" Este recital, e o programa para ele escolhido, inscrevem-se no âmbito da disciplina de Axiologia da Educação Artística, leccionada integradamente desde há quase uma década aos três cursos de Ensinos Artísticos desta Universidade, e que com Bolonha se extingue. As quatro obras apresentadas constelam-se em torno do tema - simbólico, metafísico e paidêutico - da VIAGEM, último do elenco teórico-prático da disciplina. São sucessivas variações sobre esse tema : a viagem de quem vai, do ponto de vista de quem fica; a das três idades da vida, que é também a da Paixão de Cristo e a da forma-sonata beethoveniana junto da forma bachiana da fuga; ado viandante ("Wanderer") sem destino que encontra a glória na errância; e a do Poeta da Divina Commedia.
Nesta última viagem por esta viagens, leva-nos a amizade e o reconhecimento ao grato momento de prestar pública homenagem ao "motor movente" e primeiro, não apenas desta disciplina e da família epistémica a que ela pertence, mas de todo o horizonte do pensamento filosófico-pedagógico que veio a dimensionar profundamente os caminhos diverso de muitos dos que a essa tarefa nos encontramos [ainda...] dedicados.
É ao Professor Manuel Ferreira Patrício que faço o gosto de dedicar este recital."

(Este último presente na primeira fila da frente)


E assim foi a viagem pelo teclado destes 3 compositores, dedicada ao fim da viagem de várias cadeiras e cursos desta universidade..

O pianista, congratulo pela coragem de tamanha obra.. E pela lição que transmitiu a quem estava presente.. Foi um viajante-aventureiro bastante destemido e ousado, mas que após um inicio atribulado, chegou bem a bom porto. BRAVO!!


4 comentários:

Anónimo disse...

O Martins é um ganda maluco :) Pouco viajado, ele. .

Humm.. É impressão minha, ou já noto nessas palavrinhas o gostinho da despedida? . .

Terpsichore E. M. Psyche disse...

Grande sorte, oh minha irmã! Por aí estar!
Grande é o Professor Ferreira Patrício

Terpsichore E. M. Psyche disse...

Grande sorte por aí estar oh irmã minha...
Grande é o Professor Ferreira Patrício.

Saudades,

d'A Ilha dos Amores

Joana disse...

Leninha, que sorte que tu tens em ter tido este professor a dar a cadeira de Axiologia. Onde é que ele estava quando tirei o curso!