22 de junho de 2007

Da minha lente..




Espelho d'água..
Espelho d'alma..



De tão pura luz, embora pálida
De escondidos mistérios.



Vendo o vulto escuro
da minha pobre imagem.








photo by Me

HR

2 comentários:

Anónimo disse...

Transparece, à superfície da água, a limpidez do teu sorriso, a grandeza do teu coração, a beleza da tua alma...





I0

Évora à Sombra disse...

Rosa, rosinha,roseiral
Que és renascida em cada ano
Colorida, vingando todo o mal

Ensina à menina a frescura
Que emerge do teu caule
Diz-lhe que sim...que é candura