11 de junho de 2007

Garça Perdida


Anoiteceu no meu olhar de feiticeira,
de estrela do mar, de céu, de lua cheia,
de garça perdida na areia.
Anoiteceu no meu olhar,
perdi as penas, não posso voar,
deixei filhos e ninhos,
cuidados, carinhos, no mar...
Só sei voar dentro de mim
neste sonho de abraçar
o céu sem fim, o mar, a terra inteira!
E trago o mar dentro de mim,
com o céu vivo a sonhar e vou sonhar até ao fim,
até não mais acordar...
Então, voltarei a cruzar este céu e este mar,
voarei, voarei sem parar à volta da terra inteira!
Ninhos faria de lua cheia e depois,
dormiria na areia...



Este é um dos poemas de João Mendonça, composto para ser musicado por Dulce Pontes.

João Mendonça foi um poeta e letrista açoriano que desapareceu de entre nós de uma forma fulminantemente tremenda..e foi para sempre esquecido..
Esta é uma pequenina homenagem aos seus feitos..




Pequena biografia:



Nasceu na ilha de São Miguel, Açores, em 22 de Junho de 1947 e faleceu a 03 de Agosto de 2004. Poeta, escreveu um único livro "Fragmentos". Fragmentos daquilo que escreveu sobre si, sobre as pessoas que amava, daquilo que era, daquilo que não foi e gostaria ter sido, e daquilo que nunca será. "Por isso, eu sou esta ilha que há em mim e que em ilha me transforma"












Dulce Pontes ( que gravou vários temas deste poeta) no seu novo álbum “O coração tem três portas” relembra e homenageia o poeta da seguinte forma: "Este é um tema muito autêntico, de uma grande verdade e em que homenageio um querido amigo", realçou.




A Verdade do Poeta

É de sonhos que tece
A verdade do poeta
E a poesia acontece
Quando o poeta se esquece
De acordar na hora certa

Com o corpo adormecido
E a alma bem desperta
A vida faz mais sentido
E murmura ao ouvido
Do sonho a palavra certa

E depois é só trocar
Por palavras sentimentos
E as emoções enganar
E fazê-las confessar
Os verdadeiros intentos

É roubar ao pôr-do-Sol
Um raio de luz derradeiro
E fazer dele um farol
Que ilumine o mundo inteiro.






4 comentários:

Susana B. disse...

Euterpe,

obrigada pela sua visita ao palavras. Gosto muito das palavras do Joaõ Mendonça, mas só o conheço através da vós da Dulce Pontes. Se me puder encaminhar mais alguns dos seus poemas agradeço.

Um abraço.

Susana

Mário Jorge Raposo disse...

Ola prima! Gostei da ideia....ta excelente para uma pessoa excelente que tive o prazer e a honra de conhecer e de trabalhar.

Beijos,
M. Jorge

Pedro V. Fernandes disse...

Não conhecia o poeta João Mendonça... A foto fez-me lembrar o Marcelo Rebelo de Sousa!!!

Anónimo disse...

Fiquei agradavelmente surpreendida ao ver aqui uma bonita e justa homenagem ao meu saudoso amigo João Mendonça.
Lembrei-me dum poema que me deu à alguns anos, guardado no meio de antigas recordações e que adoro é o "Palhaço",um dos meu preferidos.
Prometo procurar e partilhar contigo.
Tu mereces.
VoxProfundis